Blog

Precisando de um Laboratório Veterinário de confiança para te auxiliar nos seus exames? Saiba porque grandes centros de referência e veterinários escolheram o São Camilo Veterinária como seu parceiro em diagnóstico:

Logística Facilitada São Camilo:

Atualmente, possuímos logística facilitada na grande maioria das cidades do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e em outros estados do território nacional.

Você pode contar com o nosso transporte para enviar suas amostras ao nosso laboratório, com toda a segurança e cuidado que esse processo exige.

Para maiores informações sobre a nossa logística, entre em contato através do WhatsApp ou ligue: (44) 99800-2571 ou (44) 3041-3399.

Fornecimento de Materiais de Coleta:

Visando facilitar ainda mais a sua rotina, nós fornecemos tubos, swabs, sacolinhas para transporte, isopor, o que garante maior segurança na hora de enviar seus exames. Você também não precisa se preocupar com as requisições, elas podem ser enviadas para você ou facilmente acessadas na página inicial do nosso site.

Não cobramos Taxa de Manutenção de Convênio:

Nossa parceria funciona assim: você precisa de um laboratório de confiança para enviar seus exames, e nós precisamos de veterinários que gostem de diagnosticar e sejam curiosos para resolver casos clínicos.

Não cobramos nenhum tipo de taxa de manutenção de convênio. Você irá pagar apenas pelos exames que solicitar. Simples assim.

Rastreabilidade de Amostras:

Já aconteceu com você de um exame desaparecer e o laboratório não saber aonde ele foi parar? Pois é, uma situação extremamente chata.

Aqui, nossos exames são rastreados facilmente e você pode acompanhar o status do exame pelo nosso site. Um detalhe: nós não nos responsabilizamos por amostras enviadas pelo veterinário através de transportadoras ou correios. As amostras devem ser sempre enviadas através da nossa rede de logística nacional.

Canal de Assessoria Técnica Veterinária:

Com o passar do tempo, nós notamos a imensa deficiência que o mercado apresentava em oferecer um serviço acessível e empático na hora de tirar dúvidas, discutir resultados e auxiliar em casos clínicos.

Aqui você pode ficar tranquilo, nós somos uma equipe altamente especializada a sua disposição. Nos procure sempre que precisar!

Quer abrir seu convênio? Entre em contato conosco através do e-mail: cliente@saocamiloveterinaria.com.br ou do WhatsApp: (44) 98852-3715.

Será um prazer te atender!

A resposta para essa pergunta é fácil: não!

O cortisol é um hormônio produzido no córtex adrenal e pode sofrer influência de uma séria de situações: estresse, inflamação, ritmo circardiano, estado reprodutivo, drogas, dor, adenoma de pituitária e tumores de adrenal, por exemplo.

Portanto… Uma dosagem isolada de cortisol basal não pode ser parâmetro para diagnóstico do HAC. Mas então, qual a função do Cortisol Basal? Porque o laboratório realiza esse exame?

Ele tem sua importância na investigação de alterações do eixo hipotálamo- hipófise- adrenal, portanto, é necessário que ele seja dosado após a supressão ou estimulação.

Estimulação por ACTH:

O ACTH estimula a secreção de cortisol adrenocortical. A partir disso, a adrenal produz e libera o cortisol no organismo. Portanto, quando fazemos a estimulação por ACTH para diagnosticar HAC, buscamos um cortisol muito acima do valor de referência, indicando que existe hiperfunção da adrenal.

Supressão por Dexametasona:

Em animais saudáveis, a liberação do cortisol faz feedback negativo no eixo hipotálamo-hipófise, sinalizando que não é necessário ativar a pituitária para liberar o ACTH que estimula a produção e liberação de cortisol. Em tese, a supressão por dexametasona (um glicocorticóide) simula o feedback negativo em animais saudáveis, mas, em animais com HAC esse mecanismo não funciona como deveria, portanto, os valores de cortisol se manterão acima do normal.

Tem dificuldades para interpretar os resultados desses testes?

Nossa equipe está a disposição para orientar nossos clientes e auxiliar a interpretar os resultados dos exames.

Entre em contato:

E-mail: cliente@saocamiloveterinaria.com.br

Assessoria Técnica: (44) 98852-3715

Titulação Sorológica para Raiva

12 de julho de 2021 por veterinaria

Viagem Internacional com seu Pet!

Vai viajar ou mudar de país? Caso sua reposta seja sim e você possua um pet, seja ele cão ou gato, ele provavelmente irá te acompanhar nessa aventura. Nesse momento, algumas dúvidas surgem e deixam os tutores de cabelo em pé sem saber por onde começar toda a burocracia envolvida no transporte aéreo de animais de estimação.

Por onde começar?

A maioria das companhias aéreas já permite animais em seus voos, mas é importante iniciar todo esse processo acessando o site da companhia que irá realizar seu voo internacional e verificar as informações fornecidas como: caixa de transporte ideal, documentação necessária, exames, tamanho e peso do animal que poderá voar, etc.

Qual a documentação necessária para entrar em outro país?

Quanto tempo antes preciso providenciar a documentação?

Vamos lá, para entender esse tempo, precisamos saber o cronograma das etapas que precisam ser realizadas:

1º O animal deve ser vacinado com a vacina antirrábica.
2º 30 dias após a vacinação, deve ser coletada a amostra de sangue para Titulação Sorológica.
3º É necessário aguardar 3 meses entre a data da coleta do sangue para titulação e a emissão do CVI.
4º A emissão do CVI deve ser feita entre 5 a 15 dias antes da data da viagem.

Ou seja, todo o processo, entre a vacinação, titulação e emissão do CVI leva em torno de 4 meses. Se programa para ter os documentos necessários e pertinentes para cada fase do cronograma.

Viagem para os EUA x Viagem para Europa

Alguns países exigem documentações diferentes ou até mesmo exames sorológicos para a entrada do animal. Veja o que é necessário providenciar para cada tipo de destino:

EUA:

Europa:

Faça a Titulação Sorológica para Raiva do seu pet aqui!

A titulação sorológica pode ser realizada apenas por laboratórios credenciados a União Européia, e o São Camilo Veterinária, buscando atender seus clientes de maneira ágil e prática, firmou parceria com um destes laboratórios a fim de encaminhar os exames de titulação através de logística própria, tornando o processo mais rápido e confiável.

Entre em contato e saiba como enviar seus exames:

(44) 98852-3715 ou através do e-mail: cliente@saocamiloveterinaria.com.br

É necessário a solicitação de um Médico Veterinário para a realização da Titulação.

Conheça nossas vantagens!

14 de junho de 2021 por veterinaria

Amilase e Lipase: Sinônimo de Pancreatite?

17 de maio de 2021 por veterinaria

Miou, testou

22 de fevereiro de 2021 por veterinaria

FIV e Felv são doenças conhecidas pelos tutores de gatinhos e são desafiadoras para os veterinários pois infelizmente não tem cura. Elas podem acarretar uma séria de sintomas desde os mais simples relacionados a viroses, até complicações mais sérias como anemia, tumores e imunidade comprometida.

A Leucemia Viral Felina (Felv) é transmitida principalmente pela lambedura de gatos infectados e a Imunodeficiência Viral Felina (FIV) é transmitida principalmente pela mordedura, sendo que apenas uma mordida é suficiente para a transmissão.

Saiba mais sobre o diagnóstico dessas doenças clicando aqui.

A campanha “Miou, testou” é nacionalmente conhecida e preconiza que, todos os gatos devem ser testados para FIV e Felv principalmente antes de serem vacinados ou de serem incluídos em um ambiente que já possua outros gatos.

O importante é que o diagnóstico precoce seja realizado e que seja possível a adoção de medidas preventivas que evitam que estas doenças sejam transmitidas a outros gatos.

A testagem dos gatinhos pode ser feita por snap test ou por pcr. Realizamos as duas técnicas aqui, com resultados rápidos e seguros. Após consulta com seu veterinário, agende a coleta do seu gato:

(44) 3041-3399
(44) 99800-2571 – WhatsApp

Convulsões em Cães e Gatos

3 de janeiro de 2021 por veterinaria

As convulsões são caracterizadas pela contratura involuntária da musculatura e acontece quando existe uma atividade elétrica excessiva em algumas áreas do cérebro. Resumindo, o cérebro entra em pane.

Alguns outros sinais podem acompanhar esse episódio convulsivo: salivação, olhar fixo e desnorteado, falta de controle de esfíncter e perda de consciência.

Diagnosticar a causa e investigar o que está acontecendo, muitas vezes é um desafio ao veterinário porque quando falamos de convulsão logo pensamos em causas neurológicas, porém, esquecemos que existem algumas alterações extracranianas que também podem levar a esse quadro.

Encefalopatia hepática, intoxicações, desequilíbrio eletrolítico, são algumas possibilidades.

Em felinos, FIV, Felv, PIF e toxoplasma. Em cães de 1 a 5 anos, a epilepsia de causa idiopática.

Por onde começar o diagnóstico?
1- Bioquímica completa (atenção especial as enzimas hepáticas e glicose, principalmente em animais diabéticos)
2- Eletrólitos (atenção especial ao cálcio e quadros de hipocalcemia)
3- Hemograma
4- Exames específicos para suspeitas de doenças infecciosas como as citadas acima

Mesmo em casos onde a suspeita seja de convulsão de causa intracraniana, é interessante fazer um check-up completo para descartar alterações importantes que podem levar a piora do quadro.

Você pode solicitar um Perfil Check-up São Camilo que inclui: hemograma, glicose, ureia, creatinina, ALT, GGT, FA, sódio, potássio, cálcio, colesterol, triglicerídeos, amilase e lipase. Com este perfil, você conseguirá avaliar seu paciente de maneira ampla e eficaz.


Entre em contato e saiba mais:
(44) 3041-3399
(44) 99800-2571

Meu pet está com dor?

3 de janeiro de 2021 por veterinaria

Infelizmente os animais não falam nossa língua, mas, através de alguns sinais conseguimos perceber que estão felizes, tristes ou sentindo dor.

É importante que você conheça os sinais típicos de um animal com dor para que ele seja encaminhado a um veterinário o mais rápido possível.

A dor pode estar presente em situações simples e também em situações graves, por isso, é sempre importante agir rápido para que o animal volte a um estado de conforto e bem-estar.

Salve este post para que você consiga detectar se o seu pet está com dor, e preste atenção se ele apresenta algum destes sinais:

– Sem apetite
– Respiração ofegante ou difícil
– Agressividade ou mudança de comportamento
– Não apoia um dos membros
– Vocalização

A dor é um sinal inespecífico muitas vezes e somente o veterinário conseguirá avaliar o que está acontecendo através do exame físico e de exames de sangue e de imagem.


Entre em contato e agende um horário:
(44) 3041-3399
(44) 99800-2571

COVID-19 em Pets?

1 de dezembro de 2020 por veterinaria

Nos últimos dias fomos bombardeados por notícias a respeito de alguns animais que testaram positivo para Covid-19 no nosso estado.

Entendemos que é nosso dever, enquanto médicos veterinários, tranquilizar os tutores a respeito disso, por isso, leia este texto com atenção:

Até o momento, não existe qualquer tipo de comprovação científica de que os pets (cães e gatos) transmitem a covid-19 para outros pets ou humanos, sabemos no entanto, que alguns animais testaram positivo após terem contato com pessoas doentes.

Alguns estudos apontam que os animais podem fazer o papel de vetores por superfície de contato, mas isso ainda não está bem esclarecido.

O CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA) nos dá algumas orientações a respeito da COVID-19 x Pets, veja só:

1- Trate os animais com o mesmo cuidado de outros membros da família: não os deixe ter contato com pessoas que não moram com você e que estão doentes.

2- Se uma pessoa da sua casa ficar doente, isole ela do contato com outras pessoas e também, com os animais da casa.

3- Mantenha seu gato em casa e não permita que ele saia para passear, se possível.

4- Leve seu cão para passear na coleira e mantenha distância de outras pessoas e animais.

5- Lave bem suas mãos após manipular animais, potes de ração, água e objetos.

Importante: não coloque qualquer tipo de máscara no seu animal! (a foto da postagem é meramente ilustrativa!)

A pandemia ainda não acabou, por isso, se cuide e cuide da sua família (incluindo seus peludinhos).


Estamos a disposição para esclarecer suas dúvidas:
🐶 (44) 3041-3399
🐱 (44) 99800-2571

5 motivos para nos encaminhar seus pacientes!

1 de dezembro de 2020 por veterinaria

Hoje nosso papo é sério. Trouxemos 5 motivos definitivos para você nos escolher como seu laboratório veterinário do coração ❤

1- Somos hoje a maior e melhor estrutura em diagnóstico veterinário de Maringá e região. Equipamentos de última geração e um ambiente limpo e tranquilo, fazem de nós, um lugar acolhedor e menos estressante.

2- Nossa equipe é altamente qualificada e especializada. Contamos atualmente com veterinários especialistas em suas áreas de atuação e com vasta experiência, inclusive, em técnicas e exames realizados atualmente por poucos profissionais.

3- Nosso atendimento é humanizado e ético. Não submetemos nenhum animal ao estresse, dor ou medo. Caso seu paciente esteja desconfortável, iremos orientar para que retorne outro dia com mais tranquilidade.

4- Nossos exames são executados com precisão e técnica, tornando os resultados e laudos extremamente completos e esclarecedores. Além disso, contamos com uma equipe de veterinários curiosos, que irão te ajudam a fechar seu diagnóstico custe o que custar.

5- Atendemos com horário agendado e nos preparamos para receber seu paciente. Desta forma, podemos oferecer o nosso melhor para cada animal que recebemos, conferindo exames prévios, preparando a sala de exames e garantindo que tanto o tutor quanto o pet se sintam especiais aqui.

Mas atenção, somente os melhores veterinários se preocupam com essas coisas. Se você é um veterinário que busca agregar valor ao seu atendimento e quer encaminhar seus pacientes para realizar exames sem dor de cabeça, você encontrou o lugar certo.


Entre em contato e saiba mais:
🐶 (44) 3041-3399 – (44) 99800-2571
🐱 Assessoria Vet (44) 98852-3715

Você não consegue tratar o que não consegue ver!

1 de dezembro de 2020 por veterinaria

Com certeza o primeiro mandamento do diagnóstico é: você só consegue tratar o que você consegue ver.

O que não é visto, não é detectado, não é visualizado, também não pode ser tratado, portanto, lembre-se de caprichar na investigação de todos os seus pacientes para que você não deixe nenhum detalhe passar batido.

Um diagnóstico completo envolve mais de um exame e a interpretação de resultados em conjunto com as alterações clínicas.

Se precisar de ajuda já sabe, nossa equipe está de prontidão para te ajudar! Temos um Canal de Assessoria Veterinária para tirar dúvidas, auxiliar na interpretação de exames e te auxiliar durante todo o diagnóstico dos seus pacientes.

Entre em contato e saiba mais:

(44) 3041-3399

WhatsApp: (44) 98852-3715

Open chat
Olá 👋 Como podemos te ajudar?